Espaços urbanos

Espaços urbanos
Praça Dr. Balthazar de Bem - foto Cristina da Gama Mór

sábado, 1 de abril de 2017

O Château d'Eau e o R2

Três dias antes da inauguração do Château d’Eau, que ocorreu em 18 de outubro de 1925, o então administrador do município, o vice-intendente João Neves da Fontoura, fez uma apresentação ao Conselho Municipal das obras de saneamento da cidade, com demonstração do investimento e descrição dos principais monumentos que compunham o sistema de distribuição de água da segunda hidráulica:

Dr. João Neves da Fontoura - vice-intendente em exercício - 1925
- fototeca Museu Municipal

“O Château d’Eau, situado no largo da Praça Dr. Balthazar de Bem, defronte ao edifício da Municipalidade, acha-se também concluído, apresentando belo aspecto arquitetônico, concorrendo muito para o embelezamento da cidade.

Château d'Eau e Igreja Matriz entre 1925 e 1929
- fototeca Museu Municipal

A parte arquitetônica foi projetada pelo engenheiro Walter Jobim e a parte de cálculo e estabilidade pelo engenheiro-chefe da Comissão de Saneamento do Estado, Dr. Antonio de Siqueira. As obras de escultura, constante de estátuas e grupos de ninfas e sereias que circundam o Château d’Eau foram executadas nas oficinas de Vicente Friedrichs, de Porto Alegre, sob a direção do professor Giuseppe Gaudenzi.


Château d'Eau recém-construído
- fototeca Museu Municipal

O fim deste Château d’Eau é o de levar a água por gravidade ao reservatório de distribuição à Rua Dr. Júlio de Castilhos, e regular ao mesmo tempo a pressão da água nas zonas mais elevadas.

Reservatório R2

Reservatório R2 - Coleção Joaquim Vidal

Ajardinamento do R2 - Coleção Joaquim Vidal

O R2 quase concluído - Coleção Joaquim Vidal

Esta é a denominação do grande reservatório construído à Rua Júlio de Castilhos, em terrenos comprados à sucessão de Juvencio Pillar Soares.

Esta obra, construída toda de cimento armado, está também terminada, faltando apenas a colocação da balaustrada e pequenos trabalhos de ornamentação, que em nada prejudicam o seu regular funcionamento.

Tem esse reservatório a capacidade de. 1.480 metros cúbicos e serve para abastecer d’água a zona média e parte da zona baixa do projeto do Dr. Saturnino de Britto.

Prevendo o desenvolvimento futuro da cidade, na câmara de manobras do reservatório já ficou espaço necessário para a instalação das bombas e encanamentos precisos que deverão elevar a água à zona alta da cidade, isto é, para o reservatório que deverá então ser construído nas proximidades do Cemitério Municipal.

(...)

Para encher ambos os compartimentos do Reservatório R2, acima referido, as bombas precisam trabalhar durante oito horas e a água ali armazenada será suficiente, então, para o consumo de 60 horas, ou sejam dois dias e meio.

Como se vê, o autor do projeto, Dr. Saturnino de Britto, uma das maiores notabilidades da engenharia sanitária no Brasil, previu amplamente o desenvolvimento futuro da nossa urbe.”


Fonte: Relatório apresentado ao Conselho Municipal pelo Vice-Intendente em exercício Dr. João Neves da Fontoura, em sessão de 15 de outubro de 1925 (IM/GI/AB/Re-005, pp. 15 e 16 - acervo documental do Arquivo Histórico).

A grande obra concluída por João Neves da Fontoura (havia iniciado ao tempo do Capitão Francisco Fontoura Nogueira da Gama, a quem João Neves sucedeu por motivos de saúde) ainda hoje encanta a todos. O Château d'Eau está desativado e não cumpre mais sua função de reservatório de água, mas o R2, no centro da Praça Borges de Medeiros, ainda abastece boa parte da zona alta da cidade. 

Tal qual Saturnino de Britto, também João Neves da Fontoura voltou os olhos para o futuro.

7 comentários:

  1. Grata Mírian ! Para aquela época foi um colosso! Mas como e de onde vinha a água para estes reservatórios? Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzana, a água era captada no Jacui, proximidades da guarnição federal e levada por bombas até o Château d'Eau que, por gravidade, chegavam ao R2. Um colosso,como bem disseste!

      Excluir
  2. BRAVISSIMO!!!!JOAO NEVeS DA FONTOURA NETO!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode me fornecer seu contato eletrônico? João Neves é uma figura cativante e volta e meia surge alguma questão sobre ele que gostaria de poder ter com quem dividir. Obrigada!

      Excluir
  3. Bela aula de História, Mirian.

    Como bem disseste na solenidade: CORSAN olhai também para o reservatório da Praça Borges...

    ResponderExcluir