Espaços urbanos

Espaços urbanos
Nossa Senhora abençoa o Centro Histórico - foto Renato F. Thomsen

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Dr. Silvio Scopel

O Jornal do Povo, em sua edição de 7 de fevereiro de 1935, publicou o seguinte texto, em comemoração ao aniversário natalício do médico Silvio Scopel, italiano que se radicou em Cachoeira, granjeando o respeito e a admiração da cidade que o homenageou com o nome de uma rua e de um bairro:

Há um quarto de século, mais ou menos, a assistência médica à população deste município era sobremodo deficiente. A profissão médica era, então, geralmente encarada como um meio de fazer fortuna rapidamente. 
Não admira, pois, que os necessitados da velha arte de curar fugissem ao abrigo da clínica local: os remediados e abastados, receosos dos bruscos desequilíbrios financeiros, e os pobres, naturalmente, por sentirem que a sua clientela não era agradável à orientação do medicalismo local...
Destarte o campo da clínica, em um município aliás rico e de basta população, relativamente tomava um aspecto pouco convidativo da clínica médica, mantendo-se, por isso, pouco volumoso o corpo médico local.
Estavam as coisas neste pé quando apareceram por aqui dois médicos chegados diretamente da Itália, Drs. Silvio Scopel e Dalvesco. O primeiro, caracteristicamente clínico, e o segundo, também clínico, mas especialmente em cirurgia. Seu destino era Santa Maria, mas ocorreram circunstâncias que os detiveram aqui.
Por fim, fixaram-se em Cachoeira, de onde, dentro de um ano, mais ou menos, regressou para sua terra natal o Dr. Dalvesco, tendo aqui deixado um largo círculo de amigos e admiradores, tanto se fizeram apreciáveis suas qualidades de médico e de homem. Aliás, ambos eram cavalheiros da coroa italiana.
Dalvesco, infelizmente, não regressou. A morte o surpreendeu ainda moço, na sua Pátria. 
O Dr. Silvio Scopel, que hoje celebra o seu aniversário natalício, entre bênçãos da população cachoeirense, fixou aqui sua residência, constituindo família.

Dr. Silvio Scopel - fototeca do Museu Municipal

Na celebração desta auspiciosa data é oportuno rememorar que, desde o início da permanência deste nobre e benemérito facultativo entre nós, verificou-se esta situação feliz: a assistência médica tornou-se, desde logo, acessível a todas as bolsas, mesmo àqueles que não possuem bolsa alguma, sendo que desde muito Cachoeira conta com um dos melhores corpos médicos do Estado, pelo vulto, pela capacidade e pela orientação sacerdotal.
Cachoeira tem esta felicidade: possui, neste particular, uma das melhores assistências que se pode desejar, tanto no aspecto clínico como no cirúrgico, chefiado pelo Dr. Félix Garcia.
O nome do Dr. Scopel, como clínico, pode-se dizer que é conhecido e acatado em todo o país, pois quando se instalou em Porto Alegre o Congresso Médico, presidido pelo Mestre dos clínicos brasileiros, Dr. Miguel Couto, este o convidou para tomar parte no Congresso, apesar do nosso aniversariante não ter o seu diploma transitado pela Academia Brasileira.
O Jornal do Povo, associando-se à celebração de sua data aniversária, exibe, em clichê, a efígie do aniversariante, apanhada por um de seus doentes, na ocasião em que o benemérito clínico auxiliava uma operação no Hospital de Caridade.

Clichê com o perfil do Dr. Silvio Scopel publicado no Jornal do Povo, edição de 7/2/1935

Através do texto publicado no Jornal do Povo, relembramos este médico italiano que chegou há 100 anos em Cachoeira, participando ativamente da vida da comunidade e contribuindo para elevar a medicina aqui praticada.
Quanto ao Dr. Alvise Dalvesco, sua vontade e patriotismo levou-o de volta a terra natal, onde tomou parte na Primeira Grande Guerra, lá perecendo. Dr. Scopel também queria ter voltado à Itália para defendê-la naquela guerra, mas motivos de saúde o impediram. Quis o destino que ele ajudasse a escrever uma parte da nossa história.

2 comentários:

  1. Srs.
    Procuro pesquisadores do futebol de Cachoeira do Sul antigo, especificamente súmulas de partidas de clubes cachoeirenses no Estadual Fase Zonal (1919-1960).
    Meu nome é Marlon Krüger Compassi, tenho 59 anos, resido em Panambi/RS e sou Químico Indutrial.
    Meu e-mail é: marloncompassi@gmail.com.
    Tenho fartíssimo material sobre este tema para intercâmbio.
    Grato

    ResponderExcluir
  2. Srs.
    Procuro pesquisadores do futebol de Cachoeira do Sul antigo, especificamente súmulas de partidas de clubes cachoeirenses no Estadual Fase Zonal (1919-1960).
    Meu nome é Marlon Krüger Compassi, tenho 59 anos, resido em Panambi/RS e sou Químico Indutrial.
    Meu e-mail é: marloncompassi@gmail.com.
    Tenho fartíssimo material sobre este tema para intercâmbio.
    Grato

    ResponderExcluir