Espaços urbanos

Espaços urbanos
A Imaculada - foto Renato Thomsen

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Carnaval de 1913


              
         O Clube Renascença, aquele que funcionava no prédio que sediou a União de Moços Católicos, cuja fachada ainda enobrece a Rua Sete de Setembro, realizou durante o carnaval de 1913 o seu baile de “masqué”, ou baile de máscaras em bom português. Naqueles tempos o uso de fantasias não era exigido, mas o de máscaras sim.

        A partir das 20 horas, damas e cavalheiros associados ao Clube Renascença rumaram para a casa da família Obino, sendo os cavalheiros recepcionados pelo proprietário José Obino e as damas por sua esposa. Da residência dos Obino, depois de momento de confraternização, todos se dirigiram à sede do Clube Renascença, onde foram recebidos pela Banda Musical Estrela Cachoeirense, Zé Pereira e Pindahybas. Na entrada, um esplendor de fogos de artifício iluminava o salão. Em meio a muita animação dos foliões de Momo, a predileção era a “polonaise masqué” e a brincadeira de jorrar lança-perfume e atirar serpentinas.


        Como se vê, há 100 anos já era bem animado o carnaval de clubes em Cachoeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário