Espaços urbanos

Espaços urbanos
Templo Martim Lutero - foto Mário H. Kämpf

domingo, 5 de janeiro de 2014

Brazil Philatelico - mais um empreendimento do genial Benjamin Camozato

      Em janeiro de 1913 o jornal Rio Grande noticiava ter recebido o primeiro número da segunda fase, 4.º ano, da revista literária mensal ilustrada e independente denominada Brazil Philatelico.
A revista, dedicada aos colecionadores de selos e cartões-postais de todo mundo, era uma publicação dirigida pelo filatelista e cirurgião-dentista Dr. Benjamin Celestino Camozato, então residente em Cachoeira. Esta revista foi pioneira no gênero, pois somente em 1931 a Sociedade Filatélica Riograndense lançou, também sob a direção de Benjamin Camozato, a sua revista intitulada O Rio Grande Filatélico.
Esperantista que era, Camozato privilegiava a divulgação da língua universal em sua revista, sendo ela também escrita em francês e português, recebendo correspondência dos filatelistas de todo mundo ainda em esperanto, inglês, alemão e espanhol.
O conteúdo da revista, de cuja existência não há exemplar disponível no Museu Municipal ou Arquivo Histórico de Cachoeira, trazia variada matéria, com destaque para assuntos relacionados à fotografia e de interesse geral dos colecionadores. O exemplar em questão estava ilustrado com uma fotografia feita por seu diretor na festa do Natal das crianças pobres, realizada em Cachoeira, além de diversos anúncios dos patrocinadores.

A redação do Rio Grande, edição de 19 de janeiro de 1913, data que sucedeu o dia do lançamento, desejava “prosperidade à distinta colega”. Na edição de 23 de fevereiro daquele ano, o Rio Grande noticiava o recebimento do segundo número.

Benjamin C. Camozato - acervo da família

Nenhum comentário:

Postar um comentário