Espaços urbanos

Espaços urbanos
Igreja Santo Antônio - foto Mário H. Kämpf

sábado, 9 de junho de 2012

Os jardins da Praça da Matriz em 1902

Em 1902, o jornal O Comércio (edição do dia 5 de março) noticiava que os jardins da Praça da Matriz estavam sendo destruídos por pessoas ignorantes. Os bancos, em sua maior parte, achavam-se estragados, de modo que o Intendente, na época o Cel. David Soares de Barcellos, estava mandando fixá-los ao solo sobre pedras de cantaria para que não pudessem ser removidos de um lugar para outro. As árvores também estavam desgalhadas, perdendo a beleza que a natureza lhes dava e os canteiros estavam completamente machucados.
Praça da Matriz - fototeca Museu Municipal
Praça murada - fototeca Museu Municipal
Jardim nas imediações do Teatro Municipal - fototeca Museu Municipal

O jardim, bem diferente do que é hoje a praça, localizava-se próximo ao quartel do destacamento policial, por isto ficava fácil que os policiais o cuidassem até a hora do silêncio, ocasião em que devia ser fechado por um empregado da Intendência. A matéria jornalística afirmava que caso assim fosse procedido, conservar-se-iam os belos jardins que com tanto dinheiro, trabalho e gosto o Intendente proporcionava para recreio de todos.
Como se vê, mudam os tempos, mas não mudam os homens...

Nenhum comentário:

Postar um comentário