Espaços urbanos

Espaços urbanos
Catedral em festa - foto Renato F. Thomsen

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

7 de Setembro

Vivemos tempos em que comemorar datas cívicas ficou démodé.
Ano a ano diminuem os contingentes de entidades e escolas que desfilam o 7 de Setembro, para citar apenas uma das datas comemorativas que constam em nosso calendário cívico em que é notório o descaso.
Mas já houve tempos melhores. Ou pelo menos mais patrióticos.
Um bom exemplo é a iniciativa do Apostolado da Oração, tradicional movimento da Igreja Católica que existe há mais de um século em Cachoeira, de congregar todos os segmentos da sociedade cachoeirense em 1917 para participarem de uma missa solene em honra da Pátria no dia de sua independência.
Eis o anúncio publicado no jornal O Commercio em 28 de agosto de 1917:

Convite publicado no O Commercio
-
acervo do Arquivo Histórico - 
Convite – Missa solene pró-Pátria
O Apostolado da Oração, movido pelos sentimentos patrióticos, resolveu mandar cantar uma missa solene no dia 7 de setembro próximo, em comemoração à grande data da independência do nosso mui amado Brasil.
Convencido o mesmo Apostolado de corresponder aos ardentes desejos de todo o cidadão brasileiro cônscio de seus deveres cívicos e religiosos, tem a honra de convidar as autoridades federais, estaduais e municipais, a todas as sociedades civis, aos colégios e escolas, às veneráveis Irmandades e mais corporações religiosas, ao comércio, ao operariado, enfim aos briosos cachoeirenses em geral para comparecerem à missa cantada na Igreja Matriz, às 10 horas desse grande dia.
Que Deus nosso Senhor Supremo defenda, conserve feliz e abençoe sempre a nossa pátria bem amada.
Pelo Apostolado da Oração
A Secretária
Maria Izabel Souto
Cachoeira, 28 de agosto de 1917.


Com esta postagem, homenageio o Brasil e a minha saudosa mãe, Amélia Ledy Gomes Machado, que presidiu o Apostolado da Oração por mais de uma década.

Nenhum comentário:

Postar um comentário