Espaços urbanos

Espaços urbanos
Catedral em festa - foto Renato F. Thomsen

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

O escritor Coelho Neto visita Cachoeira

Chegou em Cachoeira, pelas 11 horas da manhã de 22 de janeiro de 1907, o literato Henrique Maximiano Coelho Neto.


Segundo noticiou o jornal O Comércio, em várias edições daquele início de 1907, o escritor foi recebido na gare da estação por uma comissão composta pelas mais altas autoridades, dentre as quais o Cel. Isidoro Neves da Fontoura, o deputado Antônio Antunes de Araújo e o acadêmico João Neves da Fontoura, e por um grupo de senhoritas que lançou sobre ele uma chuva de confetes.

Gare da Estação Ferroviária
  
Coelho Neto desembarcou ao som da banda do maestro Roberto Silva, dirigindo-se à casa de José Gomes de Oliveira, na Rua Saldanha Marinho, onde foi hospedado. Ao entrar na casa, vislumbrou um escudo em que se lia, em letras douradas, Salve, Coelho Neto!, sendo saudado por uma apresentação musical com as cordas da orquestra de Venâncio Trindade.
Após um ligeiro descanso do visitante, foi servido um lauto almoço para 12 talheres. À noite, houve um sarau literário no Clube Caixeiral e, no dia seguinte, Coelho Neto foi recebido por Henrique Pearson na Charqueada do Paredão.

Charqueada do Paredão
Quando voltou da Charqueada, o escritor foi visitado por Augusto Brandão e sua esposa Cândida Fortes Brandão. Recebeu como presente, das mãos de Augusto, uma caneta de ouro em estojo de cetim azul para servi-lo quando fosse escrever sobre Cachoeira. Das mãos de Cândida, recebeu um cartão simbólico em que estava impresso, em letras douradas, o seu soneto Vidente, juntamente com um volume de seu Fantasia.

Cândida Fortes Brandão
Coelho Neto era considerado o Príncipe dos Prosadores Brasileiros, título que lhe foi outorgado por uma votação promovida entre os leitores da revista O Malho em 1928.
De sua biografia é interessante destacar que era filho de um português com uma índia. Casou-se em 1890 com Maria Gabriela Brandão, com quem teve 14 filhos.
Sua extensa obra literária foi muito lida e não se prendia a um só gênero. Coelho Neto foi membro da Academia Brasileira de Letras.

Imagens de Cachoeira: fototeca Museu Municipal

Nenhum comentário:

Postar um comentário