Espaços urbanos

Espaços urbanos
Inverno em Cachoeira - foto Mateus Rosada

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Série Lojas do Passado: Casa Fialho

            A Casa Fialho, de João Fialho, estava instalada na Rua Sete de Setembro nº 173. Mantinha um grande sortimento de fazendas, miudezas, perfumarias, roupas feitas e chapéus. Foi aberta em 1924.

Em 1925 um incêndio de grandes proporções destruiu a loja e atingiu a casa de Ignácia Oliveira, a conhecida Casa dos Arcos, que era contígua. Reconstruída, a loja foi vendida para Rosa & Cia., em 1927, passando a se chamar Casa Rosa. João Fialho permaneceu como gerente. Vendia por atacado e varejo completo sortimento de chapéus, sobretudos, fatiotas, tecidos e perfumarias estrangeiras.

Em novembro de 1928, João Fialho mudou-se com a família para Porto Alegre. Vendida novamente, a Casa Fialho, então Casa Rosa, passou a se chamar Casa Corrêa. Trocou também de endereço e, na década de 1930, atendia ao lado do Bazar Krahe, depois Farmácia “do Laurentino”, hoje Beck’s.

O tempo passa, cheio de histórias...

As fotos ilustrativas abaixo constituem frente e verso de um cartão-postal de propriedade de Eduardo Minssen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário