Espaços urbanos

Espaços urbanos
Ponte do Fandango - Robispierre Giuliani

domingo, 26 de novembro de 2017

Série Empreendedores do Passado: Otto Mernak

A Série Empreendedores do Passado inaugura com o alemão Otto Mernak, natural de Chemnitz, na Saxônia, e que chegou em 1903 ao Rio Grande do Sul, fixando-se em São Leopoldo. Em 1912 veio para Cachoeira, onde abriu oficina mecânica e fundição em um galpão defronte à Estação Ferroviária.


Otto Mernak com a esposa Maria e os filhos Curt, Ernesto e Rosinha

A oficina de Otto foi convenientemente instalada na região que no início do século XX podia ser considerada a zona industrial da cidade, que era justamente a que rodeava a Estação. Seu negócio não ficou isolado, mas em posição estratégica que lhe permitia o convívio com engenhos de arroz e outros empreendimentos que se serviam da ferrovia para recebimento e escoamento de mercadorias. E poderiam lhe oferecer muitos serviços... 

Estação Ferroviária cercada pelos engenhos de arroz - fototeca Museu Municipal

Com trabalho constante e esforçado, tornou-se um dos mais bem sucedidos industriais de Cachoeira e a empresa fundada por ele, a Mernak S.A., chegou a ser a maior fabricante de locomóveis e caldeiras da América do Sul, abastecendo o mercado interno e externo.

Locomóvel em fotografia de janeiro de 1952 - Acervo Família Mernak

Uma matéria publicada no jornal O Commercio, de 25 de junho de 1919, dá a dimensão do quanto “o operoso industrialista Otto Mernak” estava fazendo história em seu ofício:

"A convite do operoso industrialista, Sr. Otto Mernak, fomos (…) apreciar o trabalho de fundição de ferro na bem montada oficina estabelecida nas imediações da estação ferroviária.

Cartão da Oficina Mecânica e Fundição de Otto Mernak
- Acervo Família Mernak

O Sr. Otto Mernak aqui chegou em setembro de 1912, começando uma oficina mecânica e de fundição, em proporções modestas, que era localizada num armazém de tábuas.
        
Ultimamente, porém, a casa tornou-se insuficiente para conter ampliações que a crescente afluência de trabalho estava a exigir, e o Sr. Mernak tomou e executou a resolução de construir um prédio de material, de 35 metros de comprimento por 10,60 de largura, no qual funcionam, há pouco mais de um mês, as novas e aumentadas oficinas.

Oficinas de Otto Mernak (1922)
- Grande Álbum de Cachoeira, de Benjamin Camozato

- Podemos fazer tudo o que concerne ao ramo, disse-nos o Sr. Mernak – e, se não fora a escassez atual do ferro em lâminas, até locomotivas para a Viação Férrea poderíamos construir.

Vimos bombas para empresas arrozeiras e peças avulsas para as mesmas (curvas, etc.) prontificadas na fundição, peças novas para motores e, no galpão, trilhadeiras e locomóveis compostas e a compor.

Interior da oficina mecânica e fundição - Arquivo Família Mernak

22 operários exercem ali a sua atividade, sob a direção dos Srs. Otto Mernak e Leopoldo Dill, sendo que este último entrou recentemente a fazer parte da direção e é interessado na indústria, como sócio.

Uma locomóvel de oito cavalos trabalha durante o dia inteiro, fornecendo força motriz às máquinas e acionando também um dínamo que fornece luz elétrica ao estabelecimento.

Dentro da oficina existe um compartimento especial para a confecção de modelos de madeira destinados aos trabalhos de fundição, no qual trabalham, ininterruptamente, dois hábeis marceneiros.

O prédio, não obstante sua amplitude, é construído de modo a poder facilmente sofrer algumas ampliações, se o futuro torná-las necessárias.

A fundição atual é, decerto, um belo resultado do esforço do Sr. Otto Mernak, um trabalhador de rija têmpera e que há de olhar com íntima satisfação para a sua obra."

A matéria do jornal demonstra a pujança do negócio de Otto Mernak, especialmente em tempos recém-saídos da I Grande Guerra, fator indiscutível de inibição dos empreendimentos.

Vencida a Primeira Grande Guerra, Mernak continuou a expansão da sua indústria até que a morte o colheu em uma viagem de passeio à Alemanha no dia 23 de junho de 1935. O vínculo estabelecido com Cachoeira não se dissipou com a morte. Tempos depois os seus despojos foram trazidos para a cidade que o acolheu e repousam no Cemitério Municipal em imponente túmulo.

Cemitério Municipal - 1955 - Acervo Família Mernak

10 comentários:

  1. Muito bom Mirian! Naquela época era permitido que as pessoas trabalhassem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Costumo dizer, Suzana, que o Brasil é o único país do mundo que leva a origem da palavra trabalho ao pé da letra, ou seja, como instrumento de castigo. Abraço.

      Excluir
  2. Parabéns, Mirian; há muito tempo queria saber sobre Otto Mernak. Vi, certa vez, um locomóvel Mernak no interior do Amazonas - 1.979.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lecino. Qualquer dia contarei outras novidades.
      Abraço.

      Excluir
  3. Prezada Mirian, parabéns pela publicação e conservação de nossa História. Estou escrevendo dissertação de mestrado cujo tema é o desenvolvimento de Cachoeira do Sul, ou o abandono dele...

    ResponderExcluir
  4. Tive a satisfação de trabalhar nesta Empresa "Mernak S.A." do ano de 1983 até 1991 como Desenhista. O primeiro emprego e com certeza o que mais me deu satisfação, não pelo salário, que até era pouco, mas pela equipe unida que ali trabalhava, saudades daqueles bons tempos!!!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Mirian, lindo trabalho que tens feito pelo municpio. Uma dúvida que ainda tenho são de como legítimos impérios como esse e outros de nossa cidade ruíram?
    Obrigado,
    Leandro

    ResponderExcluir
  6. Obrigado por publicar essa história, minha família produz arroz irrigado e temos algumas bombas centrífugas da Mernak, que bela história de trabalho dessa família, talvez naquela época podiam trabalhar sem tanta burocracia como temos hoje.

    ResponderExcluir
  7. Acabei de encontrar uma caldeira da marca aqui no Paraguai...de 1962...

    ResponderExcluir
  8. tenho uma faca que passou de geraçao por gereçao da minha familia que esta escrito mernak s a e aparenta ser de prata alguem sabe mais sobre elas ?

    ResponderExcluir