Espaços urbanos

Espaços urbanos
Ponte do Fandango - Robispierre Giuliani

segunda-feira, 19 de abril de 2021

Theo Wiederspahn e a Igreja de Lutero

Em 19 de abril de 1931, Cachoeira testemunhou a inauguração da Igreja de Lutero, no Bairro Rio Branco. A obra, erguida em apenas oito meses, trazia a assinatura de um dos mais prestigiados arquitetos alemães que viveu e trabalhou no Rio Grande do Sul: Theo Wiederspahn.

Theo Wiederspahn - @igornatusch


Theodor Alexander Josef Wiederspahn nasceu em Wiesbaden, na Alemanha, em 19 de fevereiro de 1878, e faleceu, em Porto Alegre, no dia 12 de novembro de 1952. Sua relação com a engenharia/arquitetura começou na terra natal, aos 14 anos, quando se empregou como aprendiz de pedreiro e cursou, concomitantemente, uma escola de construção. Em 1896, graduou-se na Escola Real de Construção. Em Wiesbaden, começou a trabalhar como arquiteto na firma de seu pai, quando projetou e construiu vários prédios. Desses, quatro são considerados hoje como de interesse histórico-cultural.

A oportunidade de vir para o Brasil surgiu em 1908, para trabalhar na construção de estradas de ferro no Rio Grande do Sul, atividade que acabou por não exercer. Fixou-se em Porto Alegre, ingressando numa das mais prestigiadas firmas de construção da cidade - a de Rudolf Ahrons, ali permanecendo até 1915. A partir de então começou a atuar sozinho, tornando-se um dos mais requisitados e prestigiados arquitetos. 

Existem várias e importantes obras por ele projetadas na capital do estado e em várias cidades do interior. Em Cachoeira, duas são bastante celebradas e reconhecidas: o Templo Martim Lutero, inaugurado em 19 de abril de 1931, e o segundo prédio do Hospital de Caridade, em 1940.

Templo Martim Lutero - Museu Municipal


Projeto do 2.º prédio do Hospital
- Coleção Armando Fontanari


Mas antes disso, Theo projetou a casa do silvicultor José Zell, no Bairro Rio Branco, depois adquirida por Alfredo Papay e, posteriormente, por Edwino Schneider. 

Residência projetada por Theo Wiederspahn para José Zell
- Gentileza Elizabeth Thomsen


A mesma casa, depois propriedade do Dr. Alfredo Papay
- Museu Municipal

A mesma casa, quando propriedade de Edwino Schneider
(segunda à esquerda) - Museu Municipal

Depois de projetar a casa para José Zell, Theo Wiederspahn viveu períodos de dificuldades, tendo inclusive perdido o título de arquiteto. Nessa época, trabalhando como construtor, teria desenhado as plantas da agência do Banco da Província para Cachoeira, projeto executado por Domingo Francisco Rocco em 1927.

Na sequência vieram os projetos e execução do Templo Martim Lutero, obra para a qual apresentou duas propostas, uma denominada "Louvor a Deus" e outra "Quo vadis". Na concorrência, três projetos foram escolhidos, sendo os dois de Theo os que conquistaram primeiro e segundo lugar. Por sugestão dele mesmo, o projeto "Quo vadis" foi o construído, pois apesar de ser o segundo colocado, se adequava melhor ao terreno de esquina.

Projeto original de Theo Wiederspahn
- Comunidade Evangélica de Confissão Luterana


Carimbo do arquiteto
- Comunidade Evangélica de Confissão Luterana


Saíram da prancheta de Theo Wiederspahn obras celebradas de Porto Alegre e hoje conhecidas como Casa de Cultura Mário Quintana, Museu de Artes do Rio Grande do Sul - MARGS, Memorial do Rio Grande do Sul, Santander Cultural e Shopping Total, para citar algumas.

O Templo Martim Lutero atesta o gênio criativo de Theo Wiederspahn e há 90 anos ergue-se altivo no Bairro Rio Branco, guardando o tanto da história dos que sonharam com ele e o ergueram. Traduz também o compromisso dos que o elegeram como patrimônio histórico-cultural, salvaguardando-o para o futuro.

Agradecimentos especiais à arquiteta Elizabeth Thomsen pela cedência de imagens.

Um comentário: